Ponte Mapo, a ponte dos suicídios na Coréia do Sul

googletag.cmd.push(function() { googletag.display('KPL_Nota_LB1'); });
kpop Brasil

Ponte Mapo, a ponte dos suicídios na Coréia do Sul

A Ponte Mapo está localizada sobre o Rio Han, ligando os distritos de Mapo e Yeongdeungpo na cidade de Seul. […]

A Ponte Mapo está localizada sobre o Rio Han, ligando os distritos de Mapo e Yeongdeungpo na cidade de Seul. Esta ponte tem testemunhado muitas mortes ao longo dos anos, por isso decidimos contar um pouco sobre isso.

A Coréia do Sul está classificada como o 14º país com a maior taxa de suicídio, já que cerca de 15.000 pessoas decidem tirar suas próprias vidas a cada ano, resultando em um número chocante de mais de 43 mortes por dia. No ano 2012, o suicídio foi a quarta principal causa de morte durante aquele ano na Coréia. E muitos deles, ocorreram a partir desta ponte. Por esta razão, o governo decidiu implementar certas medidas ao longo da ponte.

A fim de reduzir a alta taxa de suicídio na Coréia do Sul, em 2013, os guarda-corpos ao longo do caminho pedonal da ponte foram interceptados. Eles foram colocados lá com mensagens de incentivo e conselhos sobre onde buscar ajuda. Algumas das mensagens dizem coisas como: você já comeu? Como foi seu dia? Às vezes você se sente triste? Eu sei como você se sente! Esta medida tem o objetivo de ajudar as pessoas que lá vão a tirar suas próprias vidas para refletir e considerar isso.

No entanto, diz-se que os suicídios na Ponte Mapo aumentaram exponencialmente alguns meses após o início do projeto, pois em 2013 houve até 93 suicídios na ponte, cerca de seis vezes mais do que no ano anterior. Assim, alguns especialistas acreditam que, em vez de oferecer estímulos à instabilidade emocional, as mensagens colocadas na ponte alimentaram a infeliz imagem do Mapo como um lugar perfeito onde as pessoas podem terminar suas próprias vidas.

Outra medida implementada na ponte é uma série de telefones, chamados “telefones vitais”, que têm linhas amigáveis disponíveis 24 horas por dia, onde as pessoas que se sentem sobrecarregadas podem pedir ajuda antes de tentarem tirar suas próprias vidas da ponte. No topo destes telefones está uma mensagem que diz “você está cansado de tudo isso? Estamos aqui para ajudá-los.” Além disso, várias câmeras também foram implementadas, para que as autoridades possam chegar a tempo se virem alguém suspeito de tentar matá-los.

“Mapo Bridge“, el puente de los suicidios en Corea del Sur

Além do acima exposto, em um lado da ponte há uma escultura de uma pessoa triste e outro que o conforta, tentando também encorajar as pessoas e dar-lhes, de alguma forma, uma mensagem de apoio.

“Mapo Bridge“, el puente de los suicidios en Corea del Sur

Além disso, onde o rio começa, o corrimão é eletrificado no topo, porém isto não parou totalmente as pessoas que vão para lá determinadas a morrer. A ponte Mapo também é chamada de ponte dos suicídios ou ponte da morte. No entanto, alguns optaram por dar-lhe um nome mais acolhedor, principalmente por causa de todas as mensagens positivas encontradas ali, por isso decidiram chamar-lhe também a ponte da vida.

Curiosamente, embora a taxa de tentativas de suicídio na Coréia seja muito mais alta para as mulheres do que para os homens. É o oposto com a taxa de suicídio cometido, pois nesse caso o número de homens é quase o dobro do das mulheres. Entretanto, na Coréia do Sul há muita pressão social e competição, portanto os suicídios ocorrem em todas as idades, mas um dos principais problemas dos suicídios na Coréia é a impotência dos idosos, já que esta parte da população tem a maior taxa de suicídios.

O que você acha desta situação? Você acha que as medidas implementadas pelo governo são uma boa idéia para reduzir a taxa de suicídios?

Fonte

Você também pode estar interessado em:

Te puede interesar

Subscribe
Notify of
guest
0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments